Dicas

– Como contratar uma empresa de Desentupimento?

Veja se a empresa é devidamente registrada em órgãos competentes, proporcionando a melhor qualidade do mercado em seus serviços realizados.


Preste atenção no valor dos orçamentos cotados. Os preços baixos nem sempre são indicativos de melhores serviços. E um serviço mal executado pode causar danos irreparáveis ao seu imóvel, neste caso, o custo final sairá muito mais caro. As vezes haverá necessidade de contratação de outra empresa para solucionar o problema.


Os procedimentos de uma empresa séria é agendar com o cliente uma inspeção no local, com dia e hora pré-determinados e elaborar um diagnóstico.


Caso você já tenha caído nas garras dessas empresas fraudulentas, um aviso: Não negocie em hipótese alguma.

Procure imediatamente o PROCON (faça uso da lei do Consumidor) e notifique a Associação do seu estado, através de carta e com cópia dos documentos fornecidos pelas empresas.


Peça orientação para pessoas do seu círculo de amizade ou consulte órgãos públicos para conseguir indicações de empresas especializadas e sérias.

– O que são Fossas Sépticas?

As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico nas quais são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto.

E uma maneira simples e barata de disposição dos esgotos indicada , sobretudo, para a zona rural ou residências isoladas.

Todavia, o tratamento não é completo como numa Estação de Tratamento de Esgotos.

Fossas sépticas pré-moldadas

De formato cilíndrico, são encontradas no mercado.


A menor fossa pré-moldada tem capacidade de 1000 litros, medindo 1,1X1,1 metros (altura X diâmetro).

Para volumes maiores é recomendável que a altura seja maior que o dobro do diâmetro. Para sua montagem, observar as orientações dos fabricantes.

Fossas sépticas feitas no local

A fossa séptica feita no local tem formato retangular ou circular. Para funcionar bem, elas devem ter dimensões determinadas por meio de um projeto específico de engenharia.


A execução desse tipo de fossa séptica começa pela escavação do buraco onde a fossa vai ficar enterrada no terreno.


O fundo do buraco deve ser compactado, nivelado e coberto com uma camada de cinco centímetros de concreto magro, (um saco de cimento, 8 litros de areia, onze latas de brita e duas latas de água, a lata de medida é de dezoito litros) sobre o concreto magro é feito uma laje de concreto armado de seis centímetros de espessura (um saco de cimento, quatro litros de areia, seis litros de brita e 1,5 litro de água), malha de ferro 4,2 a cada vinte centímetros.


As paredes são feitas com tijolo maciço, ou cerâmico, ou com bloco de concreto. Durante a execução da alvenaria, já devem ser colocados ou tubos de entrada e saída da fossa (tubos de cem milímetros), e deixadas ranhuras para encaixe das placas de separação das câmaras, caso de fossa retangular.


As paredes internas da fossa devem ser revestidas com argamassa à base de cimento (um saco de cimento, cinco litros de areia e dois litros de cal).


A fossa séptica circular, a que apresenta maior estabilidade, utiliza-se para retentores de espuma na entrada e na saída, Três de PVC de noventa graus de diâmetro cem milímetros.


Na fossa séptica retangular a separação das câmaras (chicanas), e a tampa da fossa são feitas com placas pré-moldadas de concreto.

Para a separação das câmaras são necessárias cinco placas: duas de entrada e três de saída. Essas placas têm quatro centímetros de espessura e a armadura em forma de tela.


A tampa é subdividida em placas, para facilitar a sua execução e até a sua remoção placas com 5 cm de espessura e sua armação também é feita em forma de tela.

– Como evitar o desperdício de água em sua casa?

Evite tomar banhos demorados.Cinco minutos de chuveiro são suficientes. Feche a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba.


Para lavar o carro, use balde e pano, evitando o uso de mangueira, principalmente durante o período de estiagem.


Feche a torneira enquanto ensaboa a louça.

Uma forma também de economizar é colocar água com detergente até a metade da pia e deixar a louça de molho.

Depois de ensaboar, encha a pia com água limpa e enxague de uma vez.


Não use o vaso sanitário como lixeira ou cinzeiro, porque, além de gastar mais água, os objetos despejados ainda podem causar entupimento.

Procure manter a válvula de descarga sempre regulada para evitar o desperdício.


Na hora de limpar a calçada use vassoura e balde com água.

“Varrer” a calçada com a mangueira só traz desperdício.Para regar plantas, use sempre balde ou regador.


Deixe acumular roupa para lavar de uma só vez. Só ligue a máquina quando ela estiver cheia.

No tanque, mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa e esfrega a roupa.

Aproveite a água que usou para ensaboar as roupas para lavar o quintal.
Verifique os vazamentos.

Uma torneira mal fechada pode trazer muito prejuízo. Veja alguns exemplos de quanto uma torneira gasta pingando durante todo um dia:

Gotejanto – 46 litros
Aberta em 2mm – 4.512 litros
Aberta em 6mm – 15.400 litros
Aberta em 12mm – 33.984 litros

– Esgoto – a importância do Saneamento Básico ?

Esgoto é o termo usado para as águas que, após a utilização humana, apresentam as suas características naturais alteradas.

Conforme o uso predominante: comercial, industrial ou doméstico essas águas apresentarão características diferentes e são genéricamente designadas de águas residuais (ou águas servidas).


A devolução do esgoto ao meio ambiente deverá prever, se necessário, o tratamento de águas resíduais seguido do lançamento adequado no corpo receptor que pode ser um rio , um lago ou no mar através de um emissário submarino.


Em países subdesenvolvidos, como o Brasil, o lançamento indiscriminado de esgotos domésticos costuma ser um dos maiores problemas ambientais e de saúde pública.


O esgoto pode ser transportado por tubulações diretamente aos rios, lagos , lagunas ou mares ou levado às estações de tratamento, e depois de tratado, devolvido aos cursos d’água.


O esgoto pluvial ou , simplesmente , água pluvial pode ser drenado em um sistema próprio de coleta separado ou misturar-se ao sistema de esgotos sanitários.


O esgoto não tratado pode prejudicar o meio ambiente e a saúde das pessoas. Os agentes patogênicos podem causar doenças como a cólera, a difteria, o tifo, a hepatite e muitas outras.


A solução é um sistema adequado de saneamento básico que pode ou não incluir uma Estação de Tratamento de Águas Residuais, conforme o caso a ser estudado.

– A importância de Higienizar sua Caixa D água

A caixa d’água ou reservatório é um dispositivo que armazena água para consumo humano ou agrícola.

Geralmente se localiza no alto de morros, edifícios, casas ou outros imóveis. Esta construção arquitetônica pode estar isolada em edificação própria, acima (reservatório elevado) ou abaixo do solo (reservatório enterrado).
Caixas d’água de empresas de saneamento (distribuidoras de água) ou instalações particulares muito grandes (a partir de dezenas de milhares de litros) são denominadas reservatórios.

Problemas à saúde

Caixas d’água sem manutenção têm grande papel para a disseminação de doenças como a dengue, na medida em que o inseto vetor, o Aedes aegypti, possui predileção por água limpa e parada, encontrando nelas condições favoráveis para a sua reprodução, por isso a importância da higienização e limpeza de sua caixa d’água. 


Nunca tente limpar sozinho, porque após a higienização, deve ser feita uma análise bacteriológica, para verificação de suas condições para consumo.